• Papel e Celulose - Caldeiras com diferentes sistemas de queima (BFB-CFB)

    Compartilhe:
    • Tecnologia de ponta em geradores de vapor

    • Rigesa - sucesso de operação

Fabricação, montagem mecânica e elétrica

Caldeiras aquatubulares de Alta Pressão

A reconhecida competência da Zanini na fabricação e montagem de caldeiras,  a tradição e a tecnologia, permitem oferecer ao mercado projetos competitivos para produção de vapor de processo e geração de energia elétrica em centrais termoelétricas, dentro de normas e padr6es de qualidade internacionais ASME I e ISO 9001:2008.

Totalmente automatizadas, as Caldeiras ZS® são projetadas para aplicações que exigem alta confiabilidade e disponibilidade, atendendo todas as necessidades de pressão, temperatura e produção requeridas pelo mercado.

As caldeiras de leito fluidizado circulante e borbulhante representam as mais modernas, recentes e eficazes tecnologias para queima de combustíveis sólidos, com baixa emissão de poluentes.

Com 100% de sua fabricação realizada no Brasil pela Zanini®, as caldeiras de leito fluidizado BFB/CFB estão disponibilizadas ao mercado na faixa de produção de 15 t/h a 300 t/h, sem limites de pressão e temperatura de vapor, para aplicação em todos os tipos de biomassa, inclusive para combustíveis complementares como tiras de pneus, carvão, petcoke e outros.


Leito fluidizado circulante


Representando o atual estado da arte em caldeiras de força, as caldeiras de leito fluidizado circulante (CFB) são caracterizadas pelas seguintes aplicações principais:
Larga faixa de aplicação de combustíveis:


• Matéria volátil: 4% a 40%
• Cinzas: 0% a 60%
• Poder calorífico: superiores a 1.500 kcal/kg
• Umidade: menores que 65%
• Utilização de rejeitos de processo
• Flexibilidade de combustíveis: minimizando incertezas
de fornecimento
• Capacidade de queima de combustível de baixo custo em razão da pouca aplicação em caldeiras convencionais


As caldeiras CFB proporcionam acurado controle de temperatura, permitindo a variação da temperatura ao longo da fornalha, no máximo de 15 °C. Dessa forma, as caldeiras do tipo CFB proporcionam baixas emissões de óxidos de nitrogênio (NOx), CO e associado ao exclusivo sistema de injeção de calcáreo, reduzidas emissões de óxidos de enxofre (SOx), não requerendo, na maioria dos casos, os altíssimos investimentos em sistemas de dessulfurização de gases.


Inovação tecnológica


Com capacidade de geração de vapor a partir de 30 t/h, as caldeiras CFB não possuem limites de produção de vapor, as- sim como de pressão de operação, sendo de grande utilização em unidades.
de geração térmica onde pressões superiores a 120 bar são recomendadas. Com 100% de sua fabricação realizada no Brasil pela Zanini®, as caldeiras CFB representam o estado da arte em geradores de vapor.
As caldeiras de leito fluidizado circulante e borbulhante representam as mais modernas, recentes e eficazes tecnologias para queima de combustíveis sólidos, com baixa emissão de poluentes.


Com 100% de sua fabricação realizada no Brasil pela Zanini®, as caldeiras de leito fluidizado BFB/CFB estão disponibilizadas ao mercado na faixa de produção de 15 t/h a 300 t/h, sem limites de pressão e temperatura de vapor, para aplicação em todos os tipos de biomassa, inclusive para combustíveis complementares como tiras de pneus, carvão, petcoke e outros.

Leito fluidizado circulante

Representando o atual estado da arte em caldeiras de força, as caldeiras de leito fluidizado circulante (CFB) são caracterizadas pelas seguintes aplicações principais:


Larga faixa de aplicação de combustíveis


• Matéria volátil: 4% a 40%
• Cinzas: 0% a 60%
• Poder calorífico: superiores a 1.500 kcal/kg
• Umidade: menores que 65%
• Utilização de rejeitos de processo
• Flexibilidade de combustíveis: minimizando incertezas
de fornecimento
• Capacidade de queima de combustível de baixo custo em razão da pouca aplicação em caldeiras convencionais


As caldeiras CFB proporcionam acurado controle de temperatura, permitindo a variação da temperatura ao longo da fornalha, no máximo de 15 °C. Dessa forma, as caldeiras do tipo CFB proporcionam baixas emissões de óxidos de nitrogênio (NOx), CO e associado ao exclusivo sistema de injeção de calcáreo, reduzidas emissões de óxidos de enxofre (SOx), não requerendo, na maioria dos casos, os altíssimos investimentos em sistemas de dessulfurização de gases.


Leito fluidizado borbulhante


A combustão realizada em caldeiras do tipo BFB é caracterizada pela injeção do combustível em um leito de areia, permanecendo retido até a sua queima total, o que representa uma eficiência de combustão superior a 99%.

Com a temperatura controlada na faixa de 850 °C, por meio do controle da relação entre o ar primário e o ar secundário, assim como pela recirculação de gases inertes, as caldeiras apresentam reduzidas emissões de particulados na atmosfera, óxidos de nitrogênio (NOx), assim como de CO.

Evaporadores, tanques reservatórios, torres, colunas, trocadores de calor, vasos de pressão

Zanini, uma das mais tradicionais fabricantes de equipamentos para usinas de açúcar e álcool, para o Brasil e América Latina.

Há mais de 35 anos, a empresa disponibiliza de tecnologia de ponta para oferecer quase a totalidade dos equipamentos, ou seja recepção e preparo da cana, extração e preparo do caldo, fabricação de açúcar e destilação de álcool, além da geração de vapor.

A Zanini produz equipamentos e sistemas de importância fundamental, que fazem a diferença no conjunto de uma Usina de Acúcar e Álcool. Tecnologia, tradição e confiabilidade têm norteado o caminho da empresa.

Atualmente a Zanini conquistou a certificação de seus processos de fabricação de acordo com os requisitos do código
ASME III seção I e ASME I, garantindo a qualidade de fabricação das caldeiras e seus respectivos vasos de pressão, que são fundamentais para a confiabilidade dos Geradores de Vapor.

A empresa disponibiliza de uma equipe qualificada de inspetores da qualidade que, asseguram a qualidade de cada processo de fabricação de todos os equipamentos fabricados pela Zanini. 

GaleriaOutras fotos